A  (SEMCIS) Secretaria Municipal de Cidadania e Inclusão Social, trabalha nesta gestão impulsionada por um ideal único, "Cuidar das Pessoas".

Coordena a estratégia de desenvolvimento social de Feijó, valorizando e buscando uma melhor qualidade de vida para as pessoas mais carentes do nosso município. Para isso desenvolve ações integradas que visam suprir as necessidades sociais da população.

Com o crescimento da desigualdade social gerada principalmente pelo desenvolvimento urbano, a Secretaria Municipal de Cidadania e Inclusão Social possui um papel muito importante na sociedade. Pois além de garantir apoio à população carente, oferece maneiras e oportunidade dessas pessoas em mudarem sua realidade.

 A Secretaria Municipal de Cidadania e Inclusão Social de Feijó vem realizando neste ano de 2013 um invejável leque de ações que transformaram a realidade social da população Feijoense.

Entre os programas em parceria com o Governo Federal e gerenciados pelo Prefeito, estão o CRAS – Centro de Referência de Assistência  Social, o CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, o CCI – Centro de Convivência de Idosos, além do ProJovem, Bolsa Família, Programa de Erradicação  do Trabalho Infantil - PETI e Centro de Referência de Apoio à Mulher - CRAM.

A Secretaria oferece muitas outras ações e benefícios, como oficinas profissionalizantes, benefícios eventuais para a população feijoense Como:  concessão de cestas básicas, auxilio funeral entre outras ações que são  implementadas e realizadas por toda a equipe.

Para requerer estes benefícios, os cidadãos devem procurar a Secretaria com documentos e passarem por avaliação por parte de Assistentes Sociais e Psicólogas da rede. “Se constatarmos a necessidade, a pessoa receberá o benefício”.

 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

Legislação:
Lei nº 001/1997
 
 

1. Organograma:

 2. À Secretaria de Ação Social compete (Art. 25 da Lei nº 001/1997):

l - Executar e implementar a política de assistência social, voltada para o atendimento as camadas mais carentes da população, notadamente as crianças. os idosos, às gestantes e ao menor abandonado;
II - Promover programas que visem propiciar alimentação, vestiário, abrigo, educação e recuperação do menor infrator e do desvalido;
III - manter contatos com órgãos e instituições Estaduais e Federais, objetivando a obtenção de recursos financeiros destinados a melhoria de vida e a promoção do ser humano;
IV - Criar, no âmbito do município órgãos colegiados e de deliberação coletiva com o objetivo de prestar ajuda e assessoramento na execução da política de assistência as populações carentes;
V - Promover campanhas destinadas a angariar recursos a serem aplicados nos programas de ajuda aos necessitados;
VI - Criar programas de ocupação e qualificação profissional dirigido a população infanto-juvenil, amparada pelas ações governamentais voltadas para o setor;
Vil - Outras tarefas correlatas e complementares inerentes a política de assistência e promoção social,
 

 3. Quadro de lotação de cargos comissionados e funções gratificadas (Anexo I da Lei nº 410/2007):
 
Cargos Comissionados:
 
Secretária Municipal de Ação Social
Ermecilda Tavares da Silva - Decreto nº 082/2014
 
Diretor administrativo
Luiza Lúcia Pinheiro Leite - Decreto nº 153/2013
 
Diretor de Programas e Promoção Social
Demiel Mendes Leitão - Decreto nº 036/2015
 
Diretor de Apoio a Mulher
Berlândia de Souza Lima - Decreto nº 155/2013
 
Chefe de Defesa e Proteção da Criança e Adolescente
Antônia Érica Ximenes de Sousa - Decreto nº 156/2013
 
Funções Gratificadas:
 
Coordenador Cadastramento de Pessoas Carentes
Vago
 
Coordenador de Valorização e Apoio a Mulher
Vago
 
Assistente Administrativo
Vago